Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2016

Cinema #9

Imagem
Na altura em que este filme estava no cinema, não o quis ver, porque achava (erradamente), que seria um filme aborrecido e lento, o que provavelmente me faria adormecer. Vi-o agora e achei muito bom.
Para já tem excelentes atores: Steve Carell, Christian Bale, Ryan Gosling (anda cá fofinho!) e Brad Pitt, e conta a história de como aconteceu a recessão que se iniciou nos Estados Unidos em 2008 e depois atingiu o mundo inteiro. Conta, mas conta de uma forma leve, divertida e para que os leigos percebam. Os termos técnicos são explicados de forma simples e associados a conceitos que toda a gente percebe.
Recomendado!

Cinema #8

Imagem
Pelo amor da Santa não vejam este filme!!!! Atentem nas minhas palavras: Nãaaaaaaoooooooooooooooooo vejam este filme!
A mim conquistam-me com qualquer filme que diga a palavra Roma, Itália ou qualquer cidade italiana no título. Eu sou completamente apaixonada por aquele país e quero sempre saber mais ou conhecer mais através dos filmes. Claramente não foi o caso deste.
O filme conta a história de mãe e filha que vão passar férias a Itália, ao mesmo sítio onde a mãe também esteve de férias há 20 anos. Quem é que a mãe encontra??? O seu amor de há 20 anos atrás!!!  Por esta é que vocês não estavam à espera, hã????? Original, portanto!!!! O resto do filme é um conjunto de aventuras que não fazem sentido nenhum... Não há ali química nenhuma entre os dois protagonistas: Sarah Jessica Parker e Raoul Boya, este último que não conhecia, mas que foi uma alegria para a vistinha.
As únicas partes positivas do filme, na minha opinião, foram as paisagens lindas de Itália e o estilo de Paz Vega.  …

Cinema #7

Imagem
Gostei tantooooo!!! Há tantas razões para se ver este filme que eu nem sei por onde começar: tem a Kate Winslet, que tem classe e elegância daqui até à lua e é uma excelente atriz; tem "outfits" lindos de morrer; é super divertido e muito leve; tem o Liam Hemsworth, paa "lavar as vistinhas"... Não é preciso dizer mais nada, pois não?
A história conta a história do regresso de Tilly à sua cidade natal, depois de muitos anos antes ter sido de lá expulsa por toda a vila e de ter vencido na Europa como modista. Volta para tratar da mãe doente e para se vingar de toda a vila. Nesta sua demanda, descobre segredos sobre si e sobre outros, encontra o amor, faz as pazes com a mãe e mostra a todos a sua arte: fazer roupa exclusiva que transforma as pessoas.
Bemmmmmm, tudo o que diga respeito a moda, eu "estou dentro"!
"Portantos", recomendadíssimo!!!

Cinema #6

Imagem
Gostei muito do início deste filme, apesar de me parecer mais um filme de amor adolescente não correspondido. A história foi sendo contada e iniciou-se um mistério que se tornou cada vez mais envolvente. Pensei que o que me parecia um filme "totó" iria afinal ser um grande filme... só que não!
A história tem um grande potencial, mas o final... é uma desilusão completa! Pelo menos para mim foi! Havia tanto por explorar, mas infelizmente não aconteceu. Ainda assim, recomendo!





Da vida

Ouvir... morrer por dentro, mas ter que sorrir.
Story of my life...

...

Quando lemos uma frase, uma citação, que assenta que nem uma luva a nós, à nossa vida.
Até fico arrepiada.

Da sociedade

Eu sou daquelas pessoas que acredita nas pessoas.
Acredito na bondade, na humildade, no "pensar no outro e não em mim", na realização de atos maiores que nós.
MAS... e há sempre um mas, cada vez mais vou perdendo aos poucos esta fé.

Hoje de manhã, uma discussão enorme no comboio entre duas mulheres, que por pouco não chegaram a vias de facto.

Quais serão as justificações para duas mulheres adultas agirem deste modo?
A vida difícil? O marido? Os filhos? O trabalho? os problemas de saúde? O stress?
Não me parece que nada justifica esta falta de educação, esta vontade de "descarregar no outro"...

Não sou nenhuma santa, que não sou, mas parece-me que a nossa sociedade peca pela falta de valores, pelo exemplo bom que deve ser passado às gerações mais novas.
Principalmente o respeito pelos mais velhos.

Hoje perdi um "bocadinho" de fé na humanidade.