Cinema #1




Primeiro filme de 2014.
O serão de Domingo é sempre dedicado a filmes, seja um ou mais.
Ontem foi a vez deste, alugado no Videoclube do MEO.
Lembro-mde de quando estreou no cinema, eu ter uma grande curiosidade de o ver. Não propriamente pela história em si, mas porque eu tenho um fraquinho pelo Justin... O que é que eu posso fazer? Já vem desde os N'sync... Sou uma "sucker"

O filme fala de um mundo futuro em que as pessoas são modificadas geneticamente para pararem de envelhecerem quando atingem os 25 anos. Tudo muito bem, é o que toda a gente anseia, não envelhecer, mas claro tem o revés da moeda. A partir dos 25 anos as pessoas têm que trabalhar para ganhar tempo. O tempo é a moeda. Pagam tudo com minutos, horas, semanas, meses, anos... Um bilhete de autocarro são 2 horas, a renda são 2 dias... As pessoas tem um relógio incorporado no braço e sabem quanto tempo têm para gastar e para viver, quando o tempo se está a esgotar têm que arranjar mais, trabalhando ou trocando ou recebendo tempo de amigos. Se se esgotar, simplesmente morrem. Claro que as pessoas devem ter uma bela poupança de tempo, que lhes sirva para pagar as despesas e viverem descansadas.
Óbvio que isto não acontece, muito menos nas zonas pobres.
E é isto que acontece aos dois protagonistas, o Will Salas (Justin Timberlake) e Silvia Weis (Amanda Seyfried). Entre várias aventuras, roubos, fugas, andam sempre ali no fio da navalha, às vezes apenas com 10 segundos para viver e ainda sem terem conseguido mais tempo.

É um filme que se vê bem, com um tema bastante actual, o das pessoas terem medo/não quererem envelhecer e fazerem tudo para abrandar esse processo. Também fala sobre os ricos que têm acesso a tudo através do dinheiro e dos pobres, que nem sequer têm o que comer (as always).

Não vai entrar para a lista dos meus favoritos, mas é um filme interessante pelos temas que aborda.

Recomendado!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Pestanas

Revelação